Termoeletricidade

Wednesday, July 27, 2005

RESUMO


Resumo

A termeletricidade é resultado do calor originado pela queima do combustível, que aquece uma caldeira de água, produzindo vapor suficiente para acionar uma turbina acoplada a um gerador de energia elétrica. Pode ser originada, também, da queima direta do combustível por turbina de gás.
Também com principais combustíveis o carvão, o gás natural derivados do petróleo e o urânio – para gerar energia nuclear.
A principal razão para o Brasil Ter investido em termelétricas é o esgotamento das fontes de energia hidrelétrica nas proximidades dos grandes centros, o que tem elevado os custos dos noves projetos, situado cada vez mais distante dos centros de consumo.
Outra razão são as rigorosas exigências ambientais que têm aumentado o tempo de implantação.
A descoberta de razoáveis reservas de gás natural permitirá que o Brasil aumenta sua produção e a participação da termeletricidade na matriz energética .

INTRODUÇÃO

Termeletricidade uma forma de energia alternativa que gera eletricidade a partir da ação direta do calor. A termeletricidade é produzida em usinas termeletricas.

DESENVOLVIMENTO


A energia térmica começou a ser utilizada em 1954, quando entrou em operação a Usina Termoeletrica de Piratiningas. Após uma década iniciou-se um lento processo de inauguração de novas usinas termeletricas.
A instalação de novas geradoras só ganhou força a partir de 1999, após o blecaute provocado pela redução contínua dos níveis de armazenamento de água nos reservatório, das hidreletricas. O baixo índice pluviométrico nos anos de 1998 e 1997 e o processo de aumento do consumo de energia ampliam o risco de novas crises no setor, dependente em 90%da hidreletricidade.
Em 2000, Ministério das Minas e Energia lançou o Programa Prioritário de Termeletricidade (PPT), com o objetivo de reduzir a dependência das condições hidrológicas desfavoráveis e diminuir a vulnerabilidade do sistema. O aumento do abastecimento de energia proporcionado pelas termeletricas evitaria o risco de racionamento no verão de 2001.
A previsão do PPT era de que fossem construídas 39 usinas termeletricas até 2003, com capacidade para produzir cerca de 15,6 mil MW. Cada usina seria resultados do consórcio de investimentos públicos e privado. Conforme o programado, em 2003, surgiram os primeiros resultado dos PPT, nos municípios do Rio de Janeiro e Macaí, com capacidade de 380 MW e 928 MW, respectivamente.
Vários são os motivo para o investimento do Brasil em termelétricas. Entre elas, porque há um esgotamento das fontes de energia hidrelétricas próximas dos grandes centros, elevando os novos projetos, localizados cada vez mais longe dos centros de consumo, além das rigorosas exigências ambientais que têm contribuídos para o aumento do tempo de implantação.
Além de próximas dos centros consumidores, as térmicas levam de 1 a 3 para serem construídas . enquanto que uma hidrelétrica leva 5 a 7 anos para ficar pronta.
O funcionamento das centrais termeletricas é semelhantes, independentemente do combustível utilizados.
Em uma central convencional a na proximidades , de onde é enviado para usinas, onde será queimado na caldeira. Esta gera vapor a partir da água que circula por extensa rede de tubos que revestem suas paredes. A função do vapor é movimentar os pá de um a turbina, cujo setor gira juntamente com o eixo de um gerador que produz a energia elétrica.
Essa energia é transportada por linhas de alta tensão aos centros de consumo. O vapor é resfriado em um condensador e convertidos e outras vez em água, que volta aos tubos da caldeira, dando iniciou da caldeira, dado início a um novo ciclo.
A água em circulação que esfria o condensador expulsa o calor extraídos da atmosfera pelas torres de refrigeração , grandes estruturas que identificam essas centrais. Parte do calor extraído passa para um rio próximos ou para o mar.
Para minimizar os efeitos contaminantes da combustão sobre as redondezas, a central dispõe de uma chaminé de grande altura ( algumas chegaram a 300 m) e de alguns precipitadores que retêm as cinzas e outros resíduos voláteis da construção, onde são misturados com o cimento.
Como o calor produzido é intenso, devido as altas correntes geradas, é importante o resfriamento dos geradores. O hidrogênio é melhor veículo de resfriamento que o ar pois requer menos energias para circular. Recentemente, foi adotado o método de resfriamento líquido, através de óleo ou água. Nesse processamento os líquidos são muito superiores aos gases, e a água é 50 vezes melhor que o ar.
A potência mecânica é transformada em potência elétrica a partir da passagem do vapor através da turbina o no gerador.
A energia gerada é levada através de cabos ou barras condutoras, dos terminais do gerador até o transformador elevador, onde tem sua tensão elevada para adequada condução até os centros de consumo.
Através de transformadores abaixadores, a energia tem sua tensão levada a níveis adequado para utilização dos consumidores.
Existe em fase de pesquisa outra geração de termeletricas que molharam o rendimento na combustão e diminuem o impacto ambiental: são as centrais de combustão de leito fluidificado.
Uma central nuclear também pode ser considerada uma central termelétrica, onde o combustível é um material radioativo que, em sua fissão, gera a energia necessária para seu funcionamento.
Uma usina termelétrica que opera em ciclo combinado pode seu definida como um conjunto de obras equipamentos cuja finalidade é a geração de energia elétrica, através de um processo que combina a operação de uma turbina a gás, movida pela queima de gás natural ou óleo diesel, diretamente acoplada a um gerador.
Os gases de escape da transformação de água em vapor, nas mesmas condições descritas no processo de operação de uma termelétrica convencional. A potência média dessas centrais vem a ser de 300 MW, muito inferior à de uma termelétrica convencional.
A expansão dos gases resultantes de queima do combustível óleo diesel ou gás natural aciona a turbina a gás e, desta forma, a potência mecânica é transformada me potência elétrica.
No processo de ciclo combinado a transformação da água em vapor é feita com o reaproveitamento do calor dos gases de escape da turbina a gás, na caldeira de recuperação de calor.
A principal vantagem na utilização da termeletricidade é que suas usinas podem ser construídas onde são mais necessárias, economizando o custo das linhas de transmissão.
O gás natural pode ser usado como matéria prima para gerar calor, eletricidade e força motriz, nas indústrias siderúrgica, química, petroquímica e de fertilizantes, com a vantagem de ser menos poluente que os combustíveis derivados do petróleo e o carvão.
A descoberta de razoáveis reservas de gás natural permite que o Brasil aumenta a participação de termeletricidade na matriz energética.
Além do rendimento térmico do ciclo combinado, que proporciona a produção de energia elétrica com o custo reduzidos.
Entretanto, o alto preço do combustível é um fato desfavorável, até porque os preços acompanha as oscilações do mercado internacional.
Dependendo do combustível ocorreria impacto ambientais como poluição do ar, aquecimento das águas, impacto da construção da estradas para levar o combustível até a usina, etc.

CONCLUSÃO


Conclui-se que, a porcentagem de energia gerada pelas usinas termelétricas, porém, ainda, não é capaz de substituir as hidrelétricas no fornecimento de energia aqui no Brasil. A população espera que num futuro, cada vez mais, próximo, não soframos as conseqüências desta dependência.

BIBLIOGRAFIA